PORTALEGRE

English versión
Version Française

Ainda que de escuros antecedentes romanos, a localidade pôde ter sua origem na invasão muçulmana, já que ao ser um ponto estratégico, por lógica pôde levantar-se ali alguma fortificação muçulmana, que com os avatares da reconquista cristã, desse lugar a partir do castelo medieval, à fortaleza que hoje conhecemos.

Se conhece que no reinado de D. Alfonso III lhe foram concedidos fueros próprios. Seu filho Dom Dionís, ordenou construir a fortaleza que hoje conhecemos, depois de dispor o reforço das todas as defesas da cidade, como fizesse em outras populações próximas ao longo da oscilante linha da reconquista e da fronteira com Castilla. Portalegre rico por sua história e os monumentos que esta deixou, teve protagonismo nas lutas entre o rei e seu irmão o infante D. Alfonso, intervindo as Ordens Militares no assédio e tomada da cidade.

p
p p p p p p p
p
p p p p
p
p p p
p
p p p
p p p p barrio medieval p pp p

Já na época Moderna a vaga forte de Portalegre se adaptaram às novas técnicas militares e em especial ao protagonismo da artilharia, por meio de uma fortificação abaluartada, dotada de fossos, baluartes e fortes. Portalegre sofreu os avatares da Guerra de Restauração, da Guerra de Sucessão Espanhola e das Guerras de Independência Peninsulares, ante a invasão das tropas napoleônicas. A cidade floresce a partir do século XVII, para sofrer uma posterior decadência, recuperando-se paulatinamente a partir do século XIX.

Na atualidade é a capital de Distrito do Alto Alentejo. De seu rico passado se conservam numerosos monumentos como as muralhas medievais, a Se ou Catedral, o Convemto de São Francisco. baluartes, etc. Hoje portalegre se converteu numa próspera e moderna cidade, capital do distrito de Alto Alentejo.

p p p monumento p
p p
p p p p museo de tapicerias ciudad
p p p p p p p p
p p p p p p p p
p p p p
p p
p p p

   http://www.portalegredigital.pt/               http://www.cm-portalegre.pt/              http://www.alentejopress.com/        http://www.allentejo.com/                             fotografias propiedad del autor

 Antonio García Candelas      Sugerencias e impresiones

ENTRAR

SAO MAMEDE
MARVAO
CASTELO DE VIDE MARVAO ELVAS BADAJOZ