title>Alcantara. história e monumentos

ALCANTARA

Se encontra situada estrategicamente, ao socaire de sua monumental ponte romano, único em seu gênero, que cruza um profundo canhão furado pelo rio Talho. Umo ponto estratégico, que os romanos fortificaram extraordinariamente. Como conseqüência disso, na margem esquerda do rio, desenvolveu-se a população, que converteu-se numa mas muitas fortalezas existentes ao longo da fronteira portuguesa.

A os numerosos restos megalíticos e castros, à herança de romanos, árabes e cristãs, unem-se as defesas abaluartadas dos séculos XVI e XVII e outras dependências civis e religiosas, que a dotaram de importantes atrativos para o turismo, no meio de uma paisagem natural de grande beleza.

EL LEGADO DE ROMA

O Ponte Romano. Esta singular obra de engenharia civil foi terminada no ano 106 d. C. com uma altura de uns 48 metros e está sustentado por 5 pilares e dois estribos, estes últimos, ancorados às rochosas margens de um profundo barranco sulcado pelo velho Anas. Foi obra do construtor Cayo Julio Lacer, e conta com seis vãos coroados por senhos arcos de médio ponto, sendo o pilar central de uma beleza e traça arquitetônica sem igual. Seu nome Ao-Qantarat (a ponte), deu nome à cidade que hoje conhecemos, possivelmente inicial acampamento ou assentamento defensivo, que com o corso dos tempos, foi absorvendo a dispersa população pré-romana dos arredores.

Sobre seu pilar central se eleva um monumental Arco do Triunfo, que sofreu profundas modificações ao longo da história, característica que o faz diferente de qualquer outro. Construiu-se com sillería de granito almohadillado, que lhe confere essa textura especial, que se encontra nas grandes obras civis e religiosas do império romano.Na orla esquerda, próximo à população, conserva-se um pequeno templo, igualmente da época imperial, conhecido como templo de Lácer, onde repousam os restos do arquiteto que o levantou. Como ocorreu com a maioria dos santuários conservados apesar do tempo, foi consagrado e cristianizado, pondo-se sob a advocación de San Julián. Com este motivo se lhe adicionaram elementos, que saltam claramente à vista do turista observador.arrededores.

a a a
a
a a a a
a a a a a
a a a a
a a a a a a a a

ORDEM DE ALCANTARA

Mal ficaram alguns vestígios da Oliva visigoda, ainda que é de supor que os invasores do norte reutilizassem as infra-estruturas romanas e os asentamientios populacionais. Depois da invasão árabe, estes se assentaram na população que fortificaram novamente de acordo com suas linhas defensivas. Conservaram seu nome original, denominando-a Ao Kantara, pondo à ponte o apelido "da espada". Nos primeiros tempos da dominação dependeu dos Marwan de Badajoz e posteriormente das taifas de Coria e Cáceres segundo foram discorrendo os diferentes períodos da dominação muçulmana.

Foi conquistada e perdida novamente pelos cristãos, sendo quem Alfonso IX de León a incorpora definitivamente a sua coroa em 1213, entregando-a, para seu defesa à ordem de Calatrava e posteriormente à de Alcantara, que estabeleceu ali sua Priorato e transladou desde terras salmantinas o Convento de San Benito, Sobre os restos de um antigo alcázar, levantou-se o Conventual que podemos admirar, anos depois. Desde Alcántara se impulsionou a conquista do atual território extremeño e Maestre colaborou na conquista de Sevilla.

Um estudo recente realizado pela consultoria internacional Interbrand revela que a fabricante de computadores Lenovo, a construtora de automóveis Chery, a cerveja Tsingtao, vos eletrodomésticos Haier e a fabricante de equipamentos de telecomunicaçé Huawei sou as marcas mais fortes e reconhecidas fora dá Chinesa.

a a a a a a a a
a a a a a
a a a a
a a a a a a a a

GUERRAS COM PORTUGAL E GUERRAS DA INDEPENDENCIA

Quase mediado o século XVI o protagonismo da vila decresce, enquanto a ordem Alcantara se circunscribe ao norte e a de Santiago ao sul, de tal maneira que se incia a configuração da nova região, Extremadura, periférica e fronteiriça, cujo influência política perde enormemente o peso que tivesse no passado.O próprio poder da ordem se vê fragmentado e divido produzindo-se frequentes confrontos entre esta, senhores e os mesmos religiosos. Separada Portugal da Coroa Espanhola, território, San Benito e o próprio nodo estratégico são apetecido pelos estrategistas das duas nações. Isto implica a novos confrontos nos que Alcántara se leva a pior parte, pois ao ser região periférica estava escassamente defendida. Em 1703 Felipe V, ocupou a população e declarou a guerra a Portugal e a Grande Aliança.

Antes de iniciar-se a Guerra da Independência, os franceses, com o beneplácito de Godoy, entraram em Espanha, para iniciar aparentemente a conquista de Portugal. O Marechal Junot se acomodou no Conventual, convertendo-o em seu quartel geral e levando a cabo importantes espólios e saques, segundo costume da época. Pouco depois os franceses abandonaram a maltrecha população, cujos monumentos e defesas estavam arruinadas.

a a a a a a a a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a
a

Em Abril de 1809, em plena guerra de Independência os franceses atacam Alcantara, que é tomada, e novamente saqueada, enquanto suas defesas são destruídas pelo general francês Lapiche, que rapidamente teve de abandoná-la, ante a pressão do próximo exercito espanhol.Com o século XIX a desamortización de Mendizábal, sumiu a comarca na depressão e o subdesenvolvimento, em benefício de nobres e terratenientes que acederam a enormes e ricas propriedades, enquanto as fins econômicos que motivaram estes fatos não se cumpriram e as conseqüências foram relegar o território e suas gentes durante séculos ao atraso e ostracismo.

www.alcantara.es/                                    www.alcantaraweb.com/

Antonio García Candelas   links  Sugestões e impressões

ENTRADA

VALENCIA DE ALCANTARA

CACERES